“A iniciativa Portugal Economia Social – Encontro do Empreendedorismo e Inovação na Economia Social procurou congregar, no mesmo espaço, visões e intervenções centradas na Economia Social, na sua valorização, afirmação e reconhecimento do contributo e valor gerados para o país.

A Associação Mutualista Montepio, na sua posição de maior organização da Economia Social portuguesa participou na iniciativa com a vontade, a determinação e o dever de contribuir para a afirmação deste Setor e para a construção de uma sociedade mais solidária e mais justa.”

Rita Pinho Branco - Diretora de Comunicação, Montepio Geral – Associação Mutualista
“O setor da economia social integra um conjunto diversificado de entidades cuja importância na sociedade portuguesa é por demais evidente designadamente, em termos de contributo para a integração profissional e qualificação de desempregados e como agentes diretos na criação de novos empregos.

Este conjunto de razões determinou a participação do IEFP neste evento, decisão que certamente deverá repetir-se em próximos anos.”

Dr. António Valdas da Silva - Presidente do Conselho Diretivo, Instituto do Emprego e Formação Profissional., I.P.
“A participação do Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P permitiu divulgar a sua missão e sensibilizar para a importância da igualdade de oportunidades, do combate à discriminação e à valorização das pessoas com deficiência.

O Portugal Economia Social permitiu reforçar, estimular, dinamizar e promover a coesão social numa sociedade para todos.”

Marina Van Zeller - Vice-Presidente Conselho Diretivo, Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P
“O Portugal Economia Social foi uma experiência muito positiva para o IES-SBS e para o Projeto GEOfundos! Estabelecemos contactos muito importantes e foi muito positivo interagir com todo o sector da Economia Social, que num só espaço partilhou as suas experiências, discutiu ideias e se capacitou de forma colaborativa! Esperamos que este movimento continue, e que para o ano mais entidades e empreendedores se juntem a esta rede da Economia Social em Portugal! Obrigada pela iniciativa e contem com o IES-SBS como capacitador de empreendedores, entidades da economia social e todos aqueles que queiram mudar o mundo com transformação social positiva.”

Filipa Pires de Almeida - Impact Business Development, IES – Social Business School
“O Portugal Economia Social foi uma iniciativa bastante representativa do panorama social institucional do país, com grande mais valia na demonstração de boas práticas e exemplos de inovação social. Num mesmo evento juntou organizações e pessoas de grande relevo da economia social, numa discussão e demonstração de saber tendo por base exemplos concretos de inovação social. Uma oportunidade para a divulgação de projetos e troca de experiências sem barreiras geográficas ou de notoriedade.”
Nancy Rodrigues - Gabinete de Inovação e Parcerias, Clube UNESCO Trivium
“A nossa opinião é positiva, tratou-se de uma iniciativa temática oportuna e importante. Quem visitou o evento, certamente encontrou motivos de interesse e, tal como a nossa associação, conheceu o que se faz de melhor e com seriedade na área da Economia Social, estabeleceu contactos importantes e ouviu experiências tanto de portugueses como de estrangeiros. Já somos parceiros e bem conhecidos dos grandes apoiantes deste fórum, mas aumentámos a nossa rede de contactos, promovemos o nosso tipo de voluntariado ao serviço da comunidade dos mais idosos e sós, motivámos o interesse de todos quantos nos contactaram, não paramos, pois ficaram em estudo projectos de acordos ou parcerias.”
Manuel Empis de Lucena - Presidente da DN, Associação Coração Amarelo
“…Esta nossa participação, permitiu-nos apresentar e divulgar os serviços da nossa Instituição, alargando assim a nossa rede de contactos. Estreitaram-se ligações entre expositores e tomou-se conhecimento dos seus projectos ao nível nacional (continental e insular).
A Participação de uma Instituição do Terceiro Sector, como a Associação Quinta das Pontes, num Certame com este nível de exigência e organização, por si só é visto como um elemento de credibilidade para todas as Instituições e empresas que dele participam.
A par do cumprimento dos objectivos a que a AQDP se tinha proposto, e que foram largamente conseguidos, tem que se evidenciar o acolhimento excepcional … Aguardamos com grande satisfação a 2ª Edição deste grande certame, cuja falta já se fazia sentir.”
Teresa Ramos dos Santos, Associação Quinta das Pontes
“Foram realizadas parcerias importantes.”

Ana Garrido - Técnica Superior , CIMAA
“No Portugal Economia Social, encontrámos uma boa oportunidade para partilha de conhecimentos e divulgação do que de mais inovador existe na área da solidariedade social.”
Pedro Filipe Godinho, EM'Força - Corremos com a Esclerose Múltipla
“Apresentámos os produtos e promovemos a imagem da entidade.”
Fernando Humberto Serra - Coordenador do ISCSP – Cidadania, ISCSP – Universidade de Lisboa
“Foram realizados contactos comerciais dentro do estabelecido.”

Sérgio Hipólito - Diretor Comercial, ITAU
“Permitiu dar a conhecer as várias iniciativas de responsabilidade social do continente aos profissionais do setor e ao público em geral.”
Nádia Reis - Diretora de Relações Públicas, Ativação Marca e Responsabilidade Social, Modelo Continente Hipermercados, SA
“A apresentação do projecto português PILLS Programas de Impacto Social Local na Feira da Economia Social foi a decisão acertada.
Preparámos a equipa e as nossas interacções para o contacto com um público bem seleccionado e conhecedor. Foi exactamente esse que nos procurou no evento e que alavancou a actividade do PILLS para o panorama nacional, através da campanha #levameparaoteuconcelho.
O emprego sustentável e a selecção de 6 territórios nacionais de expansão em 2016 são objectivos perfeitamente alinhados com o impacto gerado pela Feira.
Felicitamos a FIL | Fundação AIP pela Feira da Economia Social, uma iniciativa à qual voltaremos em próximas edições.”
Hugo Alves Silva - Diretor Executivo, PILLS by SIN
A Resiquímica – Resinas Químicas, S.A., uma empresa química que se dedica à produção e comercialização de polímeros, esteve presente como entidade expositora no Portugal Economia Social.

A sua participação teve como objetivo a apresentação e partilha do seu projeto de Responsabilidade Social – RQ-SOL (Resiquímica Solidária) aos vários “players” da economia social e visitantes do evento.

O Portugal Economia Social foi um encontro multidisciplinar relevante, não só pelos múltiplos fóruns de debate, bem como pela presença de entidades expositoras que apresentaram inovações sociais e práticas empreendedoras, o que nos permitiu estabelecer novos contatos que poderão vir a resultar em novas parcerias no âmbito da Responsabilidade Social Empresarial, contribuindo para um Portugal mais solidário e mais sustentável.

Paula Miranda / Maria Aida Silva / Vasco Antunes / Pedro Cunha - Projeto Responsabilidade Social Resiquímica - RQ. SOL., Resiquímica
“Consideramos que, a julgar pelas visitas ao nosso stand, e questões que nos colocavam, manifestando interesse e curiosidade pela nossa atividade, sobretudo pelas pessoas das outras corganziações de economia social presentes e visitantes com interesses específicos na área de intervenção das entidades de economia social, que caracterizaram, segundo a nossa percepção, os principais visitantes da Feira, conseguimos comunicar de forma eficaz a nossa organização, missão e objetivos.”

Marta Pita - Técnica do Departamento de Ação Cooperativa e Comunicação, Mútua dos Pescadores - Mútua de Seguros CRL
“Fomos procurados por quem interessa no setor.”

Hugo Alves Silva - Diretor Executivo, Associação SIN
“Permitiu maior promoção e divulgação.”

Filipe Cardoso - CEO, Skillent, Lda.
“O Portugal Economia Social foi um sucesso pelo foco nos temas inovadores que trouxe para discussão e pela promoção das boas práticas do sector. Para a Super Babysitters dificilmente poderia ter corrido melhor já que tivemos a oportunidade de estarmos presentes para apresentar o pitch a vários parceiros sendo esta uma excelente oportunidade de divulgação, além de termos visto reconhecido o mérito do nosso trabalho através da atribuição do Prémio Empreendedor Social 2016. Muito obrigado a todos e até para o ano!“
Francisco Neves - CEO, Super Babysitters
“Foi possível estreitar relações com alguns parceiros.”

Bethania Pagin - Comunicação e Imagem, União das Misericórdias Portuguesas
“Desenvolvemos contactos.”

David Varela - Presidente da Direção, Vem Vencer - Associação de Apoio a Crianças, Idosos e Pessoas com Deficiência