Porquê Economia Social?

A economia social, para além do seu peso quantitativo, tem vindo nas últimas décadas a afirmar a sua capacidade de colaborar de uma forma eficaz para:

      • Resolução dos novos problemas sociais, reforçando a sua posição como indispensável para o desenvolvimento económico sustentável e estável,
      • Adequar os novos serviços às necessidades, valorizando as actividades económicas ao serviço das necessidades sociais

PESO DO  SECTOR NA  ECONOMIA  NACIONAL

61.268

NR. DE ENTIDADES ENVOLVIDAS

260.000

NR. DE TRABALHADORES ENVOLVIDOS

3.8%

CONTRIBUTO PARA O PIB COM TRABALHO VOLUNTÁRIO

6%

EMPREGO TOTAL REMUNERADO

11.5%

POPULAÇÃO QUE EFECTUA TRABALHO VOLUNTÁRIO

2.8%

PRODUÇÃO NACIONAL E DO VAB NACIONAL

5,2% do total

PAGAMENTO DAS REMUNERAÇÕES PAGAS NA ECONOMIA

14.308 milhões de euros

RECURSOS UTILIZADOS

Fonte: INE, CASES 2013

Focal Points

Entidades da Economia Social

  • IPSS
  • Misericórdias
  • Assoc. Fins Altruísticos
  • Assoc. Desenvolvimento Local – Municípios
  • Sector Cooperativo
  • Voluntariado
  • Centros Paroquiais
  • Mutualidades

Investimento & Financiamento

  • Fundações
  • Empresas
  • Sociedade Civil
  • Instituições Públicas

Formação / Capacitação / Empregabilidade

  • Universidades
  • Consultoras
  • Incubadoras | Startups

Marketplace / Empreendedorismo & Inovação

  • Mostra / Exposição de Projectos
  • Espaço Empreender e Financiar
  • Espaço Inovar

Fórum de Debate

  • Pitches
  • Workshops
  • Convenções
  • Seminários
  • Mesas Redondas

Providers

  • Empresas Fornecedoras de Produtos & Serviços

PORTUGAL ECONOMIA SOCIAL – RUMO A 2017

Datas e Horários:

Montagem – 16 Nov. | 08h00 às 20h00

Realização – 17 e 18 Nov. | 10h00 às 20h00

Desmontagem – 19 Nov. | 08h00 às 20h00

Bilheteira:

Bilhete Normal: 5,00€

Cartão Jovem / Estudante: 2,50€

Bilhete Sénior (>65 anos): 2,50€

Organização

Parceiro Tecnológico

Transportador Oficial

Parceiros